Compre o seu guia! Acesse nossa loja online e garanta seu exemplar do Prato Firmeza.
First slide First slide

Comidinhas veganas "de esquerda" e bem-humoradas no metrô mais perto de você

  • Vegetariano

Cris tem uma hortinha em casa, no bairro de Santa Terezinha, zona Norte, onde planta tomate, manjericão, hortelã, abacaxi, hortaliças e temperos. Mas não é só de lá que se abastece para elaborar os pratos criativos do Sem Conservadores – um delivery de “comidinhas de esquerda”, como ela mesma brinca. Parte dos seus ingredientes vêm de organizações que praticam a economia solidária, da Zona Cerealista e de armazéns de alimentação orgânica, como o Armazém do Campo, que é um ponto de venda do MST.

Formada em nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco, Cris nunca pensou em cozinhar para se sustentar. “Não era boa na cozinha, mas conforme fui entendendo sobre alimentação, percebi o monte de besteiras que ingerimos diariamente. Daí comecei a fazer um movimento pessoal de me alimentar de forma mais saudável”, conta. O negócio, no entanto, só nasceu quando ela se viu desempregada, no começo de 2017.

Cris atende seus clientes nas saídas do metrô da cidade. As receitas são vendidas em potes de vidro de 200, 250, 350 e 500 ml, com preços que variam de R$ 15 a R$ 30, e o cardápio é vegano e sem aditivos químicos (claro!). O destaque vai para o estrogonofe de berinjela com leite de aveia feito em casa para substituir o creme de leite. Para acompanhar, vale pedir os pães de abobrinha ou o australiano integral com manjericão da horta.

A cada três meses, ela lança um “pague quanto acha que vale” para produtos novos. “Acho que é uma forma mais solidária e ajuda a praticar o consumo consciente”, diz. Todos os pedidos devem ser feitos com pelo menos 24 horas de antecedência, via Facebook, onde ela combina com o comprador o ponto de entrega. Geleias – feitas com ajuda do marido – e sopas, como a de legumes e banana da terra, também fazem parte do cardápio. Junto com os pratos, Cris entrega uma lista de ingredientes contendo informações do que foi usado. “Quero que a pessoa saiba o que está comendo. Transformar nossa alimentação é um ato político”, afirma.

OBS: Sem endereço fixo, o Sem Conservadores entrega na catraca do metrô (fazer o pedido pelo Facebook com pelo menos 24 horas de antecedência).

Voltar

SS Domingues Casa de Pães

A única 24 horas de Itaquera, atende e emprega no bairro e é o melhor lugar para matar a larica no meio da madrugada

Bar do Gueto

A comida da tia Alaíde é tão gostosa que une evangélicos e adeptos do candomblé